talento para ser escritor

Será que você tem talento para ser escritor(a)?

8 de abril de 2019 0 Por Bolha Criativa
Tempo de leitura: 3 minutos

Será que você tem talento para ser escritor?

Por talento, podemos entender a habilidade que alguém tem para fazer algo. Ao contrário do que muita gente pensa, apesar de algumas pessoas terem pré-disposição para serem talentosas desde o princípio, o talento se fortalece cada vez mais com nossas experiências.

Portanto, se você já se considera um escritor ou principalmente está pensando (ou não) em se tornar um, este artigo foi feito especialmente para você. Vamos listar algumas características que consideramos essenciais para que o seu talento seja mostrado e aprimorado.

Ser ou não ser escritor, eis a questão

Não importa se você tem dez anos de idade ou setenta. Para trabalhar com palavras não há idade e muito menos não importa se você já tem outra profissão, como um mero vendedor, por exemplo.

Você pode ser os dois, até porque é difícil começar (ou se tornar) um escritor profissional que ganha dinheiro apenas com a venda de livros. Se é isso que procura, é melhor repensar. Escreva por paixão e não pelo dinheiro. Ou então se decepcionará – e muito.

Gostar das palavras

Assim como um marceneiro que deve aprender a trabalhar com a madeira, o escritor tem nas palavras sua principal ferramenta. É muito importante que ele, além de gostar de escrever, obviamente, ter o incentivo para continuar aprimorando suas habilidades de escrita.

Não há necessidade de ser um craque na Língua Portuguesa ou fazer uma faculdade de Letras só para se tornar escritor. Apenas pratique e dê o seu melhor para encontrar novas manerias de contar suas histórias através de palavras.

Ser um bom leitor, ouvinte e experimentador

Para ter talento para ser escritor, é preciso ler, ouvir e experimentar.

Bons escritores também são bons leitores, então lembre-se disso. É crucial que a leitura seja uma de suas características, pois além de você ler e gostar das obras de outros autores, você ainda aprende e muito com a escrita deles.

É importante também abrir a mente e viver a experiência da vida. Vá para as ruas da vida real, converse com as pessoas, escute o que elas dizem, viva o momento. Suas experiências aumentam sua bagagem e você levará o que aprendeu nos seus livros.

Afinal, nada melhor do que pesquisar sobre como é ser um médico através de livros ou conservando com um ao vivo para criar um personagem realista na sua história. E também nada melhor do que ambientar a história em uma cidade que você conheceu em uma de suas viagens.

Ter boa imaginação

É muito fácil dizer que para ser um escritor é preciso ser criativo, mas da onde vem essa criatividade? A resposta está em parte na imaginação, o que nem todo mundo pratica e muita gente encerra o assunto com a desculpa de “eu não sei inventar nada”.

Há um exercício muito simples para ter imaginação, basta fazer a pergunta do E se? E se você já dominou essa tática, continue no fluxo criativo para que sua imaginação nunca se esgote.

Saber como contar a história

Por fim, mas uma das características mais importantes. Mesmo que você não use sua imaginação ao escrever um livro baseado em fatos, o modo como conta a história é fundamental.

Aqui o escritor deve encontrar uma forma com que a história fique interessante de ser ouvida, mesmo que seus acontecimentos não sejam tão surpreendentes assim. Deve-se instigar o leitor a continuar lendo, a querer folhear cada vez mais suas páginas.

Cada escritor tem sua própria voz, basta encontrar a sua e você estará pronto para contar a história.

Gostou? Tem mais alguma dica para aumentar o talento para ser escritor? Fala aí nos comentários e não deixe de acompanhar o Bolha Criativa para não perder artigos como este.

Compartilhe por aí!
error