Dicas valiosas para criar um logotipo

12 de dezembro de 2018 0 Por Bolha Criativa
Tempo de leitura: 4 minutos

 

O logotipo – ou simplesmente logo – é a o cartão de visita de uma empresa/negócio. Dizem que não podemos julgar o livro pela capa, mas para aqueles que tem um senso crítico mais apurado isso fica um tanto impossível. Afinal, alguns logotipos não passam a confiabilidade que a empresa deveria passar ou simplesmente não comunicam e destoam dos serviços prestados. Talvez você até tenha criado um logotipo, mas o mesmo não é lembrado (ou seja, não funciona direito). 

Seja você um designer, o dono da empresa ou simplesmente alguém que quer fazer um logotipo para determinado projeto, este artigo é para você. Aqui no Bolha Criativa daremos algumas dicas para começar a ter ideias para criar um logotipo ideal. Lembre-se de seguir as dicas abaixo para qualquer situação e espere pelos resultados. Claro que só saber essas informações não farão você criar milhares de logotipos perfeitos. Isso requer muita prática e dedicação, mas talvez você resolva com mais praticidade com o tempo. Então, vamos começar?

Invista num logotipo

Esse é o primeiro passo. Mesmo que sua empresa seja o barzinho da esquina ou você seja um dentista ou advogado, ter um logotipo simples e “arrumadinho” pode ajudá-lo a ser mais reconhecido e a ter a maior confiança dos clientes. Vamos fazer um teste simples. Qual dos produtos abaixo você escolheria para beber no almoço?

refri de cola sem marca/com marca
Qual das duas você escolheria?

A segunda opção de fato será a mais atrativa para o consumidor. O mesmo vale para qualquer outro produto, por mais delicioso que o Refri de Cola sem marca seja.

“Case” com o nome fantasia

Antes de mais nada o logotipo deve se comunicar com o nome fantasia da empresa, ou seja, o nome escolhido para que os clientes se lembrem e saibam que existe. Não adianta criar nomes muito complexos, slogans e atribuições extensas que farão com que sua marca se torne confusa e, consequentemente, difícil de encontrar um equilíbrio no desenho do logo

Exemplo: vamos supor que o nome da sua empresa é Wallace Rawa – Equipamentos Eletrônicos e Suplementos Agrícolas. Ao invés de colocar tudo isso na logo, tente substituir por Wallace Rawa Equipamentos e Suplementos e deixar claro no desenho ou nas cores que se trata de produtos agrícolas.

Fale com o público-alvo

Não adianta criar um logotipo de mecânica de carros se tiver elementos que remetem ao logotipo de uma escola infantil. Se você tiver um mascote, vista ele com as ideias da marca, como se ele fosse parte do público. Também não adianta deixar que gostos pessoais interfiram nas escolhas dos elementos do logotipo se seus significados contradizerem com o que a marca representa. Falamos mais sobre isso neste artigo.

Pense nas aplicações do logotipo

Não adianta criar um logotipo todo cheio de detalhes e quando necessitar usá-lo de outra forma, perder a qualidade e não ser mais reconhecido. Use traços e formas simples para que o cérebro do público-alvo se lembre dele. Pense nas marcas mais conhecidas do planeta. Observe que todas elas possuem elementos simples e fáceis de serem reconhecidos.

criar um logotipo

Seja original!

Se todas as pessoas do mundo fossem iguais, qual seria a graça? Evite copiar logos, coloque uma personalidade própria para ela. Muitos empresários buscam o diferencial para se destacarem, mas não conseguirão isso se a própria logo não for um diferencial. Você pode até adorar a logo de um concorrente e querer usá-la, mas lembre-se que por trás dessa logo deve ter tido algum tipo de trabalho grande para ter aquele resultado.

Ter inspiração com logos de concorrentes é saudável e válido. Veja os elementos que usaram e crie um padrão para si. Se possível, crie sua própria identidade, talvez desenhando fontes com caracteres exclusivos apenas para sua marca. É um trabalho gigantesco, sem dúvida, mas no fim valerá a pena ter uma logo completamente original e com a cara da empresa!

Valorize sua marca

Por fim, mas não deixando de ser a dica mais importante do artigo, valorize sua marca. Isso deve ser observado desde o início de sua criação, afinal, você quer ver seu logotipo associado a situações que se contradizem com os planos da empresa. 

Se possível, conte com a ajuda de um profissional para cuidar da identidade de sua empresa e não simplesmente qualquer pessoa que saiba criar desenhos no computador. Claro que isso depende do seu orçamento e do quanto que você quer investir por uma logo. Se for uma empresa mais simples, como um bar, cujo público-alvo está mais interessado na bebida do que o requinte do lugar, o investimento deve ser equilibrado com suas intenções.

Mas se for uma empresa de renome, talvez a melhor escolha é investir um pouco mais pesado na criação de um logotipo. Quando já estiver criado, cuide para que sua linda arte não caia nas mãos de pessoas que a utilizem de forma equivocada, seja para criar um simples banner ou para criar os uniformes. Valorize sua marca, valorize o empenho dado à sua criação. Afinal, não é apenas um desenho com o nome da sua empresa. Ela é a representação gráfica oficial de sua empresa.

Criar um logotipo é tão importante quanto traçar suas metas ao montar uma empresa. É um trabalho que deve ser levado muito a sério. Se tiver mais alguma dica para compartilhar, espero vê-la nos comentários. Boa sorte na criação de seus logotipos!

 

Compartilhe por aí!
error