Comece a caprichar para obter melhores resultados

19 de julho de 2019 0 Por Bolha Criativa
Tempo de leitura: 2 minutos

Alguma vez – ou quase sempre, se você é uma pessoa “sortuda”-, já se deparou com ideias excelentes? A execução dela aparentemente é simples, então basta começar a tirá-las do papel e colocá-las em prática, não é mesmo?

No entanto, por mais que suas ideias levem a projetos fáceis e rápidos, por que não investir tempo e um pouquinho a mais de dedicação para trabalhos melhores e mais complexos? Afinal de contas, todos nós que já fizemos algo rápido usando uma ideia boa, as vezes com o passar do tempo nos vemos pensando – ou qualquer um que veja sua ideia – de que ela foi mal aproveitada.

Neste artigo vamos dar algumas dicas simples para você dar o seu melhor sempre que tiver uma boa ideia e obter o máximo de resultados possíveis.

As vezes não é uma corrida contra o tempo

Você pode ter aquela ideia original e criativa e na sua cabeça querer executá-la o mais rápido possível, para ser o pioneiro. Porém, todo o mundo conhece aquela frase: “A pressa é inimiga da perfeição”.

Se você conseguir lançar sua ideia original primeiro, ótimo. Porém pense duas vezes antes de lançar qualquer coisa. O mundo está sempre se modernizando e vemos muito isso em qualquer setor.

Veja por exemplo no ramo da tecnologia. Empresas lançam um novo produto que é o sucesso mundial, mas os concorrentes para correr atrás, lançam o mesmo com um toque especial. O produto futuro é mais aprimorado e aproveita as melhores ideias do antigo.

Por isso, não tenha medo de reutilizar ideias já existentes, já sabendo como elas funcionaram no seu devido tempo e depois relançá-las à sua maneira.

Atenção aos pequenos detalhes

Caso você já tenha chegado à etapa final do seu projeto, faltando pouquíssima coisa para acrescentar e ainda tiver tempo de sobra, use-o para refiná-lo.

Pense que o seu projeto é uma joia bruta, que para ganhar sua melhor forma é preciso lapidá-la, deixando-a visualmente mais agradável. Você pode fazer isso eliminando a gordura no texto, no caso de um livro, por exemplo. Ou alinhando os elementos e deixando-os todos retos, no caso do design.

Se possível, chame uma pessoa completamente alheia ao seu projeto para que ela o ajude a encontrar coisas para melhorar. Só não vale chamar aquele seu parente que vai amar tudo que você fizer, é claro!

Tudo isso faz com que seu trabalho fique mais cuidadoso e caprichado.

Sinta-se bem com seu próprio projeto

Antes de finalizar, você precisa mostrar sua confiança em seu próprio projeto. Caso você demonstre desinteresse, qual o sentido de ele existir?

Fazer qualquer coisa como um chute no escuro pode ser muito bem uma perda de tempo, tanto para você, tanto para o público que irá vê-lo/usá-lo. Lembre-se que você tem uma reputação, portanto, se quiser que ela continue ou comece boa, não desvalorize o que fizer.

Se está precisando de um pouquinho de motivação nesta parte, leia este artigo!

Não exagere com o perfeccionismo

Ter a mente de um perfeccionista tem um lado muito bem, porque você sempre dará seu melhor. No entanto, perfeccionismo exagerado pode desencadear um bloqueio criativo, então tome muito cuidado!

Lembre-se sempre que a criatividade também está nas pequenas coisas e na simplicidade também. Por mais que muitas coisas parecem perfeitas, elas não são. Ninguém e nenhuma coisa são 100% perfeitas, por mais que aparentam.

Mas falaremos mais sobre perfeccionismo em nosso próximo artigo a ser lançado na próxima semana, então fique ligado no Bolha Criativa para não perdê-lo!

Compartilhe por aí!
error